Image Map Image Map Image Map

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Jeito Rebelde 3: Capítulo 20 (Último Capítulo)


Sem Ação
CENA I
Ao ver Ash, Drake se afastou rapidamente de Demi.
(Drake) Ash?!
(Ash) O que significa isso que eu acabei de ver?
(Demi) F-Foi... Foi ele, Ash.
(Drake) Eu?!
(Ash) Claro que foi você! Eu te conheço, Drake! Eu sei como você é!
(Drake) Mas eu não fiz nada! Quer dizer, ela que planejou tudo! Não existe caixa nenhuma...
Ash encarou Demi.
(Demi) A caixa tá no meu quarto.
Ash e Drake seguiram Demi até o quarto. Uma pequena caixa estava sobre a cama.
(Ash) E agora, Drake? O que você vai usar para se defender?
(Drake) Ash, você tem que acreditar em mim! Você sabe que eu não fui com a cara dessa garota!
(Ash) A cara pouco importa! Garotos do seu tipo só querem saber do corpo!
(Demi) Ash, não precisa exagerar. Ele errou, mas eu também deveria ter dado um chega pra lá! Me perdoa.
(Ash) Quer saber?! Eu quero que vocês dois vão para o inferno!
Ash saiu do quarto e Drake a seguiu.
(Drake) Espera, Ash! Me escuta!
(Ash) Drake, eu cansei de ser traída! Primeiro foi a Annie, agora a Demi, daqui a pouco a 'cachos de ouro', depois a Euge...
(Drake) Não mistura as coisas, Ash!
Assim que Ash abriu a porta, Demi retornou à sala.
(Demi) Drake, esquece! Ela não vai te perdoar!
(Drake) Ela não vai me perdoar por sua causa! Você armou tudo isso!
Ash hesitou antes de sair.
(Drake) Ash, se ela assumir que armou tudo, você me dá mais uma chance?
Ela encarou Demi.
(Drake) Vai, Demi! Assume logo!
(Demi) Eu... Eu... Eu não tenho nada a dizer.
Ash se virou e saiu.

CENA II
Na manhã seguinte, Annie encontrou Pablo sentado em um banco no pátio principal da universidade.
(Annie) Olá! Bom dia!
(Pablo) Bom dia, Annie!
(Annie) [sentando ao lado dele] Como passou a noite?
(Pablo) Bem. E você? Aprontou muito? [rsrs]
(Annie) [rsrs] Que nada! Não estou tendo tempo para diversão.
(Pablo) É, tá tudo muito corrido. Parece que ontem estávamos de férias, mas já faz dois meses que as aulas voltaram.
(Annie) Isso tudo?! Nem tinha reparado...
(Pablo) Pois é... E como anda sua relação com o Poncho?
(Annie) Então, acho que já faz dois meses que não há relação entre nós.
(Pablo) É uma pena. Eu fiquei sabendo do casamento de vocês.
(Annie) Humm... Mas eu não desisti dele.
(Pablo) Não?!
(Annie) Não. O amor que eu sinto é muito maior que qualquer ciúme, ou noitada, sei lá o motivo da nossa separação!
(Pablo) Eu espero que vocês fiquem bem.
(Annie) E você e a Rochi? Acabou de vez?
(Pablo) Não tive tempo para resolver isso.
(Annie) Você me prometeu que iria tentar, né?!
(Pablo) Mas ela continua investindo no Poncho?
(Annie) Ela tá investindo no Poncho?!
(Pablo) Ué, foi o que você me disse, não?
(Annie) Não, eu disse que ela estava rindo com ele, no telefone.
(Pablo) Mas você queria dizer que há alguma coisa entre os dois, não?
(Annie) Sim... Olha quem vem aí!
Annie se referia a Rochi, que tinha acabado de chegar.
(Annie) Eu vou deixar vocês a sós! Aproveita, hein?!
Quando ela se levantou, Rochi acenou para ela. Annie esperou.
(Rochi) Não precisa fugir, Annie! Eu e o Pablo não temos mais nada.
(Annie) Hã?!
Pablo também se levantou.
(Pablo) Nós não estamos fazendo nada de mais.
(Annie) Rochi, eu sei que não estamos bem, mas eu nunca faria isso! Digo, nunca ficaria com o ex da minha amiga.
(Rochi) E quem disse que somos ex?
(Annie) Ué, você acabou de dizer que não há mais nada entre vocês!
(Pablo) Annie, você não tem que ficar dando explicação nenhuma! 
(Annie) Claro que tenho, Pablo! Ontem nós discutimos por causa desse mesmo assunto, só que o ex não era você!
(Pablo) Quer dizer que você está investindo no Poncho mesmo, Rochi?
(Rochi) O quê?! Annie, o que você contou para ele?
(Annie) O que eu vi e ouvi!
(Rochi) Você está completamente errada!
(Pablo) Dá para vocês se decidirem?! Quem tá com quem aqui?!
(Annie) Oras, eu não tô com ninguém!
(Rochi) Muito menos eu! E quer saber, eu cansei de vocês! Vou para a minha aula que é melhor!
Rochi saiu.
(Annie) Eu também! Não posso atrasar hoje!
Annie também se foi.
(Pablo) Mulheres... Que bicho complicado, viu!

CENA III
Gas entrou no táxi em direção à universidade. Ele tirou do bolso um papel onde estava escrito um número de telefone.
(Gas) Vamos ver se agora eu não te encontro, May.
Ele pegou seu celular e discou o número.
(XXX) Sanatório Estadual, boa tarde!
(Gas) Boa tarde! Eu gostaria de falar com Maite Perroni!
(XXX) Quem gostaria?
(Gas) Meu nome é Gaston. Eu sou ex-namorado dela.
(XXX) Senhor Gaston, só é possível se comunicar com os pacientes através de visitas programadas.
(Gas) Humm... Isso quer dizer que a paciente Maite Perroni se encontra internada aí?
(XXX) Segundo os dados do sistema, a paciente esteve internada aqui na última semana, mas foi transferida para o Manicômio Albert Einstein.
(Gas) Ok... Muito obrigado!
(XXX) Por nada! 
Gas desligou e guardou o papel de volta.
(Gas) O Pablo precisa saber disso.
O táxi parou em frente a universidade e Gas desceu. Outro táxi parou logo atrás e quem desceu foi Euge.
(Euge) Gas!
(Gas) Euge! Lembrou meu nome, hein?! [rsrs]
Eles se cumprimentaram com um beijo no rosto.
(Euge) Você está atrasado! [rsrs]
(Gas) É, decidi acordar um pouco mais tarde hoje.
(Euge) Eu também! Estou muito cansada!
(Gas) Bom, vamos entrando?
(Euge) Vamos!

CENA IV
Durante um intervalo entre as aulas, Ash encontrou Arthur saindo do laboratório.
(Ash) Arthur!
Ele olhou desconfiado para ela.
(Ash) Arthur, eu preciso falar com você!
(Arthur) O que você quer?
(Ash) Primeiro, estou em missão de paz!
(Arthur) Nunca declarei guerra contra você!
(Ash) Ok. Segundo, eu não sou a mesma pessoa que você conheceu ano passado.
(Arthur) Não? Eu acho que não mudou muita coisa em você, Ash...
(Ash) Mudou. Mudou e muito! Tanto que essa é a terceira razão por eu estar aqui.
(Arthur) Não, você está aqui porque essa é a universidade que você estuda.
(Ash) Será que você não consegue levar as coisas a sério? Eu tô querendo conversar algo importante com você.
Arthur deu um longo suspiro e olhou para o relógio em seu pulso.
(Arthur) Você tem três minutos.
(Ash) Não vou gastar nem dois.
(Arthur) Quinze segundos já se foram...
(Ash) Ok! Como eu disse, eu mudei. E para provar isso, eu me ofereço para te ajudar a reconquistar a Lua.
Arthur a encarou.
(Ash) Tá, eu sei que você deve estar estranhando, mas lamentavelmente eu sei de tudo o que aconteceu.
(Arthur) Você estava envolvida nisso?
(Ash) Mais ou menos. Quer dizer, eu me aliei a Demi para acabar com a Lua.
(Arthur) E ainda diz que não é a mesma pessoa do ano passado...
(Ash) É sério, Arthur! Eu cansei dessa palhaçada! Estou disposta a abrir o jogo para a Lua.
(Arthur) E como você vai fazer isso? A Lua não se conforma só com palavras.
(Ash) Ela vai me entender. Quer dizer, ela vai te entender.
(Arthur) Como assim? Eu já tentei conversar com ela, mas não deu muito certo...
(Ash) Dessa vez você não vai precisar dizer nada! Confia em mim!
(Arthur) Olha lá o que você vai aprontar, hein?!
Ash sorriu para Arthur e saiu.

CENA V
Todos os universitários estavam saindo para o almoço, quando Peter chegou na garupa de uma moto. Ele ficou parado até ver Euge saindo com Gas.
(Euge) Ah não! Eu não acredito que ele tá aqui!
(Gas) De quem você tá falando?
Euge apontou para Peter, que estava vindo na direção deles.
(Gas) É melhor eu deixar vocês a sós.
(Euge) Não, Gas! Eu vou precisar de você!
Euge segurou a mão de Gas. Peter se aproximou e parou de frente para eles.
(Euge) Olá.
(Peter) Eu quero conversar com você.
(Euge) Diga!
(Peter) Particular.
(Euge) Não dá! Estou acompanhada, não tá vendo?
Gas não sabia o que fazer.
(Peter) Então você já virou a nossa página?
(Euge) Não... 
Euge deu um longo suspiro.
(Euge) Eu... Eu rasguei nossa página, Peter.
(Gas) Eug-...
(Euge) Espera, Gas! Nós já vamos!
(Peter) Eu só vim te avisar que estou indo embora. O Poncho me expulsou do apê.
(Euge) Demorou, né?
(Peter) Euge, não guarde mágoas de mim. Eu sei que fui um tonto com você. Desculpa.
(Euge) Tarde demais! Vamos, Gas!
Euge puxou Gas e desviou de Peter.
(Peter) Euge!
Sem olhar para trás, Euge parou.
(Peter) Eu... Eu prometo que vou me cuidar... por você.
Uma lágrima escorreu pelo rosto dos dois e cada um seguiu caminhos opostos.

CENA VI
Já tinha anoitecido quando Annie bateu na porta do apê de Poncho. Ele estava de toalha quando abriu a porta.
(Annie) Atrapalho?
(Poncho) Não... Já terminei meu banho. Entra!
Annie entrou.
(Poncho) Posso ajudar?
(Annie) Preciso conversar com você.
(Poncho) O papo vai ser longo ou rápido? É que eu-...
(Annie) Você vai sair?
(Poncho) Não, não. Eu tenho que colocar uma roupa, né?!
(Annie) Me poupe, Poncho! Eu já cansei de te ver sem roupa nenhuma! [rsrs]
Annie sentou no sofá enquanto Poncho a encarava.
(Poncho) Você pode ser mais direta?
(Annie) Nossa, seu senso de humor está péssimo, hein?!
(Poncho) Acho melhor eu ir me trocar...
(Annie) Não, Poncho! Me escuta! A gente não pode continuar assim. Eu sei que fui imatura, imaginei coisas, fiz o que não devia, mas eu não posso seguir sem você! Eu preciso ouvir da sua boca, olhando nos seus olhos, que você não me ama mais.
(Poncho) Annie, não precis-...
(Annie) Anda, Poncho! Me diz! Me diz que você já esqueceu tudo o que a gente viveu, que se dane os nossos planos futuros e que o amor que tinha por mim acabou!
Poncho suspirou e se aproximou dela.
(Poncho) Annie, eu-...
(Rochi) Poncho, quem era...
Rochi, que estava no quarto de Poncho, se assustou ao ver Annie.
(Annie) Rochi?!
(Rochi) Annie...

CENA VII
Ash chegou com Lua na casa de Arthur.
(Lua) Ash, vamos embora! Eu já te disse que não tenho nada para fazer aqui!
(Ash) Se eu te trouxe aqui, é porque você tem sim!
(Lua) Se for pro Arthur fazer outra declaração, já vou avisando que não vai rolar nada! Estou aprendendo a me valorizar.
(Ash) É mesmo? Que livro de autoajuda você leu? Porque esse negócio de 'me valorizar' só pode ter vindo desse tipo de livro, né?
(Lua) Affs...
Elas tocaram a campainha e Arthur abriu a porta. Demi estava sentada no sofá com Eduardo nos braços.
(Ash) Boa noite, Arthur!
(Arthur) Boa noite! Boa noite, Lua!
Lua não respondeu.
(Ash) Vamos, Lua! Você só precisar se juntar a nós.
(Lua) Eu já disse que não tenho nada para fazer aqui. 
(Arthur) Lua, eu também não sei o que está acontecendo.
(Ash) Vocês vão saber agora!
Ash apontou para Demi.
(Demi) Eu... Eu quero contar uma coisa.
(Arthur) O que você fez dessa vez?
(Demi) É o... o Eduardo.
(Ash) Fala logo, Demi!
(Demi) O Eduardo não é seu filho, Arthur!
Arthur ficou sem ação.
(Arthur) O quê?
(Demi) Você tá surdo?
(Ash) Olha, Demi! Você sabe que seu futuro está  nas minhas  mãos.
(Arthur) Isso é verdade, Ash?
(Ash) Pior que sim! Esse bebê não é dela!
(Arthur) Como não? Ela chegou com ele lá no resort!
(Ash) É de uma amiga. A Demi armou tudo isso, Arthur!
(Arthur) Em troca de quê?
(Ash) Dinheiro, oras! Se você assumisse a criança, claro que ela iria querer pensão!
(Demi) Eu te odeio, Ash... 
(Arthur) Eu fui enganado esse tempo todo...
(Demi) É uma pena que não tenha dado certo o meu plano...
(Arthur) Eu nunca te fiz nada, Demi! Eu nunca te fiz nada para que você fizesse isso comigo!
(Demi) Por isso mesmo! Você nunca fez nada! Você nunca faz nada, Arthur! Você não sabe o momento certo de agir! E eu tô cansada da sua enrolação!
(Arthur) Eu não quero você na minha casa... Se retire!
(Demi) Com muito orgulho, panaca!
Demi pegou sua bolsa e antes que saísse, parou de frente para Ash.
(Demi) Sua hora ainda vai chegar!
(Ash) Que pena... A sua chegou primeiro!
(Demi) Argh!
Demi saiu zangada.
(Ash) Bom, eu acho que vocês têm muitas coisas para conversar, não? É melhor eu ir indo...
(Lua) Não tem  nada o que conversar. 
(Arthur) Lua-...
(Lua) O show já acabou?
(Ash) Como assim, Lua? Eu acabei de quebrar a barreira que te impedia de ser feliz!
(Arthur) Lua, agora nada pode nos impedir de ficar juntos.
(Lua) Eu preciso ir pra casa!
Lua saiu apressada e pegou o primeiro táxi que passou.
(Arthur) E agora?
(Ash) Você vai deixá-la escapar assim?
(Arthur) Eu não sei o que fazer.
(Ash) Vai atrás dela, cara!
(Arthur) Conto com você?
(Ash) Claro! Meu carro está logo aqui em frente!
Eles trocaram sorrisos e foram em direção ao carro.

CENA VIII
De dentro do carro, Ash e Arthur avistaram Lua entrando em casa.
(Arthur) Vamos lá?
(Ash) Eu preciso ir mesmo?
(Arthur) Ela não vai me receber sem você!
(Ash) Então vamos, né?!
Eles desceram e foram até a porta.
(Arthur) Calma! O que eu vou dizer?
(Ash) Sei lá! Pede desculpas, diz que vocês se amam, essas coisas!
(Arthur) E se não funcionar?
(Ash) Parte pro beijo!
(Arthur) Ok!
Arthur respirou fundo e tocou a campainha. A empregada abriu a porta.
(Empregada) Pois não!
(Arthur) Eu quero falar com a Lua.
(Empregada) No momento ela está com visita.
Arthur olhou para Ash sem saber o que fazer.
(Ash) Não tem problema! A gente espera!
(Empregada) Aqui fora?
(Ash) Claro que não! Nós vamos entrar!
(Empregada) Infelizmente eu não posso permitir. Já disse qu-...
(Arthur) Não posso perder tempo, tia!
Arthur empurrou a empregada e junto com Ash entraram na casa. Eles ficaram surpresos com a cena que viram.
(Arthur) O quê?
(Ash) Drake?!
Lua e Drake estavam abraçados no sofá.
CONTINUA NA PRÓXIMA TEMPORADA!

7 comentários:

  1. Ansiosa para a próxima temporada!!!

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. A próxima temporada está prevista para estrear em Março! :D

      Excluir
  3. aaaaa adoreiii necessito da proxima temporada kkk

    ResponderExcluir
  4. Mas já tem data prevista pra começar a nova temporada???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A nova temporada está prevista para estrear no dia 05/04/2013!

      Excluir

 
Código by: Gabriel - Diamond Designs - | Layout by: - Victor Garcia